Quem tem vontade de seguir a carreira médica fora do Brasil já deve ter pesquisado sobre os melhores lugares para morar e os processos de validação do diploma!

Se você se interessou por Portugal, o post de hoje é para você! Vamos mostrar o passo a passo para poder trabalhar como médico no país!

Antes de começar, de fato, a validação do diploma, você deve entrar em contato com uma universidade portuguesa. Em Portugal, o processo de equivalência é unificado e segue os mesmos critérios e etapas independentemente de onde você o fará, porém, não é realizado por uma única instituição, o que pode diferenciar pequenos detalhes no processo, que se dá desta forma:

  1. Apresentação de documentos e reconhecimento do título

A lista de documentos necessários varia de acordo com a universidade, mas, em geral, para que seu título seja reconhecido, você precisará apresentar:

  • Documento de identificação
  • Diploma de graduação em Medicina
  • Histórico escolar (com todas as notas do curso, nota final e nota mínima para aprovação)
  • Ementa do curso, programa e carga horária de cada disciplina
  • Monografia, dissertação ou artigos publicados, necessários para a última fase do processo.
  1. Prova teórica

A prova é composta por 120 questões de múltipla escolha, abordando Ginecologia e Obstetrícia, Cirurgia, Clínica Médica, Pediatria, Medicina Geral e Familiar, Saúde Pública e Saúde Mental. É preciso acertar 50% das questões para ser aprovado. Os brasileiros são dispensados da prova de língua portuguesa, portanto, essa fase consiste em apenas um exame.

  1. Prova prática

Após a aprovação na prova teórica, você atenderá pacientes reais e realizará relatórios de cada um deles, apresentando hipótese diagnóstica. Também é necessário atingir 50% da pontuação total.

  1. Prova pública

Esta etapa corresponde à apresentação da dissertação de Mestrado dos médicos portugueses, já que no país a Medicina é um “Mestrado Integrado” e os formandos obtém também o título de mestre ao final do curso.

Aqui entra o último item da lista de documentos. Você deverá apresentar seu trabalho a uma banca avaliadora, que pode intervir e questionar.

Após a aprovação nesta etapa, seu diploma está validado, mas você ainda não poderá atuar. Para isso, precisará fazer a inscrição na Ordem dos Médicos de Portugal. É necessário comprovar que você possui pelo menos 3 anos de experiência de atividade médica. Com essa inscrição você poderá atuar como médico geral ou iniciar o processo de equivalência da especialização que já segue ou deseja seguir junto ao respectivo Colégio da Especialidade da Ordem dos Médicos

Para te ajudar neste processo, a MBSA abriu as matrículas para o novo curso preparatório para revalidação médica em Portugal! Entre em contato conosco pelo Instagram para tirar suas dúvidas e se inscrever na primeira turma!

Um abraço,
Até a próxima,
Juliana Soares Linn

Share This
%d blogueiros gostam disto: