Oi, pessoal! Como nós já falamos aqui no blog, e vocês já sabem, a pesquisa é um dos componentes da aplicação que podem decidir seu futuro como residente nos EUA, sendo considerada um aspecto importante na seleção de candidatos por 44% dos diretores de programas de residência. Para algumas especialidades (como Dermatologia e Neurocirurgia, por exemplo), o envolvimento na pesquisa é quase obrigatório, já que as vagas são concorridíssimas e praticamente todos os candidatos já garantiram esse item em seus currículos.

Além disso, sua experiência na área médica no país também apresenta um valor considerável, não só quando se trata das hands-on experiences, mas também da sua inserção no campo da pesquisa. Para isso, vale a pena começar a buscar sua vaga em um programa americano de pesquisa ainda nos primeiros anos de faculdade, que é o período em que os estudantes americanos geralmente participam desse tipo de atividade.

Seu primeiro contato pode acontecer dentro da Universidade. Assim como acontece com outros tipos de estágio, sua faculdade pode ter parcerias com instituições americanas, o que já adianta – e muito! – seu trabalho em busca de uma oportunidade. Se esse não for o caso, não hesite em entrar em contato com professores e profissionais que possam te indicar caminhos até uma vaga em programas de pesquisa nos Estados Unidos!

Outra forma de encontrar uma instituição que possa te oferecer essa experiência é contatando diretamente hospitais e universidades ou consultando online em portais como o site da AAMC.

Se você não puder ir para os Estados Unidos realizar sua pesquisa, lembre-se que as pesquisas feitas no Brasil, publicadas em inglês e em revistas indexadas internacionais, têm mais valor! E atente-se também ao foco da pesquisa – temas mais relevantes para a área no geral terão mais citações e, portanto, serão mais bem recebidas pelos avaliadores.

É importante notar também que diferentes áreas e interesses te levarão a diferentes programas. Há programas voluntários, assim como os remunerados, por exemplo. Outra diferença pode ser o tipo de trabalho a ser realizado: você prefere ficar em um laboratório ou ter maior contato com os pacientes? Além disso, o tipo de pesquisa tem grande importância no seu peso dentro do currículo. Uma meta análise ou pesquisa inovadora tratando de uma descoberta têm mais valor do que, por exemplo, relatos de caso e capítulos de livro. Todos esses fatores devem ser levados em consideração quando estiver escolhendo sua trajetória.

De qualquer forma, o resultado – como também já falamos por aqui – deve ser algo palpável! Uma publicação com pesquisa consistente demonstra sua dedicação e comprometimento não só com a área escolhida como com o avanço da medicina em geral!

Para saber mais sobre estágios, elementos importantes da application e pesquisa, navegue pelo blog ou entre em contato conosco pelo Instagram, onde também podemos tirar suas dúvidas em relação ao processo de obtenção da licença médica nos EUA! E não esqueça de conferir nossa live sobre o assunto, que acontece amanhã (25/11) às 19h! Estamos te esperando para podermos trilhar esse caminho juntos!

Share This
%d blogueiros gostam disto: