[:pb]Vocês já devem ter ouvido falar nas mudanças, anunciadas no dia 12 de fevereiro, na política de avaliação do USMLE. Segundo a organização do programa, a transição passará a valer a partir de janeiro de 2022, quando a prova do Step 1 deixa de ter as notas medidas em uma pontuação de três dígitos para relatar apenas o resultado aprovado/reprovado. A pontuação numérica continuará a ser adotada nos exames Step 2 CK (Conhecimento Clínico) e Step 3. Não houve mudanças no Step 2 CS (Habilidades Clínicas), que continuará usando o resultado aprovado/reprovado.

As alterações já vinham sendo analisadas há algum tempo pela Federation of State Medical Boards (FSMB) e pelo National Board Of Medical Examiners (NBME), co-patrocinadores dos exames. Chegamos a falar sobre a pesquisa que estava sendo feita com estudantes, em um post no dia 24 de junho do ano passado, e a comentar que aquela já era a terceira vez que o sistema de notas estava sendo revisitado. Diferente desta, nas duas revisões anteriores (1992 e 2007/08) o programa havia optado por manter o sistema de pontos.

Desta vez a organização afirma que, depois de considerar opiniões de todas as partes interessadas, a opção pela alteração nos relatórios de pontuação pode ajudar a reduzir parte da pressão excessiva sofrida pelos candidatos, além de ser um passo positivo para uma possível futura mudança em todo o sistema, com objetivo de diminuir o grande número de interrupções na formação e no licenciamento de novos médicos. Segundo eles, o sistema ideal para avaliar candidatos deve considerar avaliações quantitativas e qualitativas das competências dos candidatos e, nesse caso, o USMLE funcionaria apenas como uma dessas medidas de avaliação.

Muitos alunos perguntaram a minha opinião pessoal. Ainda que eu considere que o peso da preparação para a pontuação por notas possa afetar negativamente o bem-estar dos alunos e que o foco na maximização das notas acabe tirando o tempo desses candidatos para se dedicar a outras oportunidades de aprendizado (por exemplo pesquisa e voluntariados), tendo a achar que o sistema de notas oferecia um campo de avaliação democrático para todos os candidatos, incluindo aqueles como nós, vindos de escolas internacionais, e os que se formaram em escolas menores ou de menor renome aqui nos EUA.

Mas devemos considerar que essa avaliação mais objetiva ainda estará sendo cobrada em duas das quatro etapas do processo. Portanto, não é que o estresse da transição da faculdade para a residência vá acabar, ele vai ser transferido do Step 1 para o Step 2 CK, já que o número de vagas sempre será menor que o número de candidatos. Além das provas, (sempre bato nessa mesma tecla!) os candidatos devem se comprometer em ter boas cartas de recomendação, experiências em estágios (nos EUA) e investir nos Personal Statements. Cada detalhe vai assumir um peso ainda maior na hora dos programas fazerem suas escolhas para o Match Day.

Tenho tentado acompanhar as discussões e as opiniões dos candidatos sobre a mudança e, em sua maior parte, parecem tocar nesses pontos que mencionei acima. Já as lideranças da American Medical Association (AAMC) e do Educational Commission For Foreign Medical Graduates (ECFMG) divulgaram apoio à decisão do USMLE.

As outras alterações na política do USMLE incluem a redução do número de possíveis tentativas de aprovação em cada uma das etapas de seis para quatro vezes e o fato da aprovação no Step 1 passar a ser um pré-requisito para fazer as provas do Step 2.

Durante o ano devem sair mais informações sobre a implantação do novo sistema. O fato é que nenhum sistema é perfeito, muito menos o de notas. Mas, na minha opinião, independentemente da avaliação no Step 1, sempre será necessário um grande empenho para um IMG (International Medical Graduate) se destacar entre os candidatos. Mas por aqui ninguém tem medo de trabalho. Se quiser conversar ou tirar mais alguma dúvida, estamos sempre prontos para te ajudar. Só entrar em contato pelo Fale Conosco do site ou por mensagem direta no Instagram.

Até a próxima.

Um abraço,

Juliana Soares Linn

[:]

Share This
%d blogueiros gostam disto: